Monday, May 08, 2006

Ainda a rusga ao Bairro da Torre (II)

Eu até tinha pensado em escrever um post a comentar o facto de os blogs liberais não terem dado atenção à rusga policial no Bairro da Torre, ainda mais estando em questão uma liberdade (a da posse de arma) que eles até costumam ser a favor. Mas, afinal, até houve pelo menos um que ligou ao assunto.

3 comments:

Gabriel said...

Caro Miguel,
Pessoalmente, como não vejo telejornais nacionais, de facto não me apercebi de nada, a não ser posteriormente por algumas reacções na imprensa escrita, nomeadamente por parte de juristas que vieram alertar para o assunto.
E pelo que me apercebi da situação, a questão não estará apenas no silêncio dos «blogs liberais», mas mais até naqueles da chamada «esquerda» que andam emrpe com o racismo na boca, salvo seja.
Contesto, também que a questão liberal fosse a posse de arma, mas sim, como muito bem apontou o AA o direito à presunção de inocência, a desproporção de meios, a violação da dignidiade e privacidade, a destruição de propriedade privada, etc.

nota: já agora, sou contrário à existência do direito geral de uso e porte de arma em sociedades organizadas, que tenham corpos exclusivos e profissioonais para manter a ordem e segurança dos e em nome dos cidadãos. Entendo que tal deverá ser um exclusivo do Estado ou comunidades locais, na medida em que este for respeitador da liberdade geral dos cidadãos.

sabine said...

«sou contrário à existência do direito geral de uso e porte de arma em sociedades organizadas». Tambem eu!

AA said...

... não é briga que me apeteça ter neste momento— mas a proibição de armas não é um princípio, é uma questão de expediência que viola direitos individuais, nomeadamente o direito à defesa da propriedade, incluindo da auto-propriedade (vida).