Wednesday, October 11, 2006

Re: A "Esquerda Florida"

Bernardo Pires de Lima, no blogue da Atlântico, fala do que ele chama malta da esquerda florida que vibrou com os guinchos do Daniel Cohn-Bendit nos anos 60, que viu ruir os "sonhos da igualdade" por esse mundo fora, que se recusou a assistir ao descalabro do mundo soviético e que dorme ao lado de Fidel na cama do hospital em Havana, [mas que] encontrou um novo rumo, uma nova paternidade, [deixando] (...) a orfandade pós-89».

Ainda gostava de saber de quem é que o BPL está a falar: estará a falar da malta da esquerda que chamava a Daniel Cohn-Bendit "anarquista alemão", que no Maio de 68 francês mandava os seus militantes impedir os estudantes falarem com os operários, cujos poetas oficiais cantavam louvores à policia, que se recusou a assistir ao descalabro do mundo soviético e que vive numa ofandande pós-89?

Ou estará a falar da esquerda que gritava "somos todos judeus alemães" (em relação a Cohn-Bendit), que ouvia Rudi Dutschke falar contra "um mundo que que fala de paz, mas tolera a guerra, um mundo que fala de liberdade, mas que aceita as hipocrisias do capitalismo, que fala de progresso, mas que sofre a sufocação da burocracia comunista" e que discutia se os paises de Leste eram "capitalismo de Estado", "colectivismo burocrático" ou "Estados operários degenerados" (e que desde 1989 perdeu esse tema de debate)?

Diga-se que nunca ouvi a expressão "esquerda florida", mas expressões similares ("folclórica", "festiva", etc.) costuma aplicar-se à segunda. No entanto, toda a argumentação de BPL acerca de "orfandande" faz sentido é se se estiver a referir à primeira.

[E depois a direita queixa-se de, por exemplo, por vezes confundirmos os liberais com os neo-conservadores... Regra geral, a falar da esquerda eles fazem confusões ainda maiores]

Já agora, mais um ponto:

"Que tal pedir a esta esquerdalhada que vá viver para a Palestina, o Laos, a Venezuela, Cuba ou restantes paraísos e nos deixe, aqueles que amam a democracia Ocidental com todos os seus defeitos, em paz e sossego??"

lmagino que o mesmo conselho (com pequenas variações) se aplique a todos os "camaradas de revista" de BPL que se fartam de elogiar os EUA e de dizer que a Europa está decadente .

2 comments:

agitador said...

ah ah ah..

eu adoro esta direita. um colega meu que é de direita tem vergonha que alguma direita use este tipo de ataques e apartes.

abrunho said...

De uma certa forma e' triste que eles falem e escrevam tanto e se calhar o tipo nem le revistas nem segue a blogosfera.